Blog

Se você gosta de dormir com o quarto iluminado, sentimos informar, mas dormir no escuro é muito mais benéfico para a saúde. Especialistas em sono explicam que o nosso corpo é programado para dormir quando escurece e acordar com a claridade. A luz à noite pode alterar os ciclos biológicos e a produção de hormônios, como a melatonina e o cortisol. No caso da melatonina, ela para de ser secretada e o sono fica superficial, fazendo com que a pessoa acorde facilmente.

Uma das principais funções da melatonina é a indução ao sono, que atinge seu nível máximo quando estamos dormindo. Ao escurecer, a substância passa a ser produzida na glândula pineal do cérebro. Esse processo auxilia o organismo em seu preparo para o sono. Ele reduz a pressão arterial, os níveis de glicose e a temperatura do corpo, pontuam neurologistas. 

Além disso, a iluminação artificial à noite também eleva os níveis de cortisol, o que perturba o sono e causa diversos problemas como resistência à insulina e ganho de peso. As interrupções do sono provocadas pela claridade podem provocar cansaço, irritabilidade, dores no corpo, déficit de atenção, capacidade produtiva reduzida e mau humor.

Segundo neurologistas, até mesmo o abajur deve ser evitado nos cômodos. Afinal, qualquer claridade, por menor que seja, é capaz de prejudicar o sono.

Mas, além de dormir no escuro, outras atitudes ajudam a ter uma noite de sono melhor. Para isso, as dicas são investir em colchões de qualidade, tentar criar um ritual de relaxamento uma hora antes de deitar, ir para a cama e acordar sempre no mesmo horário e evitar comer substâncias que possuem cafeína antes de dormir.

Com informações: Via Comercial

Start typing and press Enter to search